Beringela grelhada com queijo Feta, hortelã e malagueta

Olá, olá! Após já uns meses de pausa, voltei à cozinha da Nigella! Foram uns meses difíceis de exames, mas aqui o EasyPeasy continuou a ter visitas diárias, o que me deu ainda mais vontade de voltar a publicar algo. Assim, fica aqui uma entrada apetitosa da Nigella, do seu livro Forever Summer. Hoje, a foto não faz muito jus ao sabor, não tinha a minha máquina fotográfica comigo e os rolinhos também não ficaram tão bonitinhos quanto eu queria! Delicadeza é uma coisa que ainda ando a treinar!

ssss

Faz 10 rolos. Tanto serve como entrada, como pode acompanhar com couscous num almoço saudável!

Ingredientes:

  • 1 beringela grande (cortada longitudinalmente em +/- 10 fatias)
  • 2 colheres de sopa de azeite
  • 175 gr de queijo Feta
  • 1/2 malagueta vermelha comprida finamente picada (e sem as sementes, a não ser que queira mais picante)
  • +/- 10 folhas de hortelã (ou a gosto) – também picada
  • sumo de 1/2 limão
  • pimenta preta

Depois basta:

  1. Pré-aqueça um grelhador na tem o forno a 200ºC.
  2. Pincele ambos os lados das fatias de beringela com o azeite e cozinhe-as por 2 minutos em cada lado, até que estejam douradas e tenras.
  3. Desfaça o Feta para uma taça e junte a malagueta, a hortelã e o sumo de limão. Polvilhe com um pouco de pimenta. Não é necessário colocar sal pois o queijo é salgado o suficiente.
  4. Coloque a mistura com uma colher de sobremesa numa ponta de cada fatia (a ocupar um terço do comprimento). As fatias devem ainda estar mornas. Enrole para for
  5. Coloque num prato, com a junção para baixo e polvilhe com mais um pouco de hortelã, se desejar.

Et voilá, entrada fácil!

Anúncios

Lasanha da Nigella

Lasanha da Nigella

Esta delícia serve 6 a 8 pessoas. No entanto não vão pela minha foto, somos 3 cá em casa e reduzi tudo para metade!

Ingredientes:

  • 4 ovos
  • 2 colheres de sopa de azeite (e mais para untar)
  • 1 cebola (descascada e cortada aos pedaços)
  • 1/2 colher de sobremesa de sal fino
  • 500gr de carne picada
  • 60ml de vinho tinto ou vermouth
  • 1 litro de polpa de tomate (e 1L de água)
  • 2 bolas de mozzarella (que não de búfala) (de 125gr cada)
  • 500gr de folhas de lasanha (seca, não fresca)
  • 350gr de fiambre (fatias)
  • 4 colheres de sopa de parmesão ralado

Depois basta:

  • Pré-aqueça o forno a 200ºC. Ponha os ovos num tacho com água, levante fervura e deixe ferver durante 7minutos. De seguida escorra essa água e coloque o tacho debaixo de água fria. Deixe arrefecer no tacho cheio de água fria até que os ovos estejam a uma temperatura a que dê para os descascar.
  • Aqueça o azeite num tacho grande (que tenha tampa), depois adicione a cebola, polvilhe com o sal e deixe cozinhar por uns poucos minutos até que comece e amolecer.
  • Adicione a carne e vá mexendo até que comece a mudar de cor para um cinzento acastanhado.
  • Junte o vinho, depois a polpa de tomate e enchendo o frasco/embalagem da polpa com água, deite essa água também no tacho. Deixe ferver e depois ponha a tampa e cozinhe em lume médio por 5minutos.
  • Descasque e corte em fatias fininhas os ovos (que se vão desfazer) e corte a mozzarella em fatias também finas. Unte um tabuleiro de aproximadamente 34 x 23 x 6 cm com azeite.
  • Primeiro, ponha uma concha do molho de tomate+carne na base do tabuleiro e depois disponha uma camada de folhas de lasanha por cima (use aproximadamente 1/4 das folhas)
  • Adicione outra concha do molho+carne basicamente só para humedecer as folhas. Depois adicione uma camada de fiambre (usando 1/3 do fiambre) e de seguida ponteie com 1/3 do ovo e das fatias de mozzarella.
  • Agora adicione mais uma camada de folhas de lasanha, 2 conchas do molho de carne, seguidas outra vez de uma camada de fiambre e depois o ovo e as camadas de mozzarella.
  • Repita novamente a sequência de folhas de lasanha – 2 conchas do molho – o resto do fiambre – o resto do ovo e da mozzarella.
  • Finalize com mais uma camada de folhas de lasanha.
  • Deite o restante do molho no topo, polvilhe com o parmesão e cubra com papel de alumínio – assegurando-se de que as pontas ficam mais ou menos seladas – e coloque no forno durante 1 hora. (Eu coloquei um nadinha de bechamel no topo, mas não sinto que tenha sido necessário).
  • Quando a hora termina, retire o papel de alumínio (com cuidado) para relevar o topo enrugado de massa e atravesse com uma faca para verificar que a lasanha já está mole. Se não estiver, volte a cobrir e coloque mais 10min no forno. No fim deixe repousar já fora do forno durante 15-20 minutos destapado. Também pode optar por apenas servir já quase à temperatura ambiental, que fica delicioso.

Batatas Gratinadas Cremosas

Batatas Gratinadas Cremosas

Serve 6 a 8 pessoas.

Ingredientes:

  • 2kg de batatas
  • 500ml de leite gordo (usei leite magro…)
  • 500ml de natas
  • 1 cebola (descascada)
  • 2 dentes de alho
  • 1 colher de sopa de flor de sal (ou 1 1/2 de sal de mesa)
  • Aprox. 50gr de manteiga sem sal
  • 1 raminho de tomilho (opcional)
  • 1 folha de louro (opcional)

Depois basta:

  • Pré-aqueça o forno a 240ºC.
  • Descasque as batatas e corte-as em fatias, nem muito finas nem muito grossas (aprox. 1cm) e coloque-as num tacho grande com o leite, natas, a cebola inteira, alho picado e o sal (e o tomilho e louro, se for o caso). Deixe ferver e depois cozinhe num leve borbulhar até que comecem a ficar tenras, mas não se desfaçam em puré. O tacho pode vir a ser uma tarefa árdua no pós-refeição, mas nada que um bom bocado “de molho” com água e detergente não resolva.
  • Use alguma da manteiga para untar um tabuleiro grande (37x30cm) e então, depois de remover a cebola (e o raminho de tomilho e o louro), deite a mistura de leite e batata no tabuleiro. Coloque o resto da manteiga em pedaços por cima das batatas e cozinhe no forno por 15 minutos até que a mistura borbulhe e comece a ficar dourada/acastanhada. Retire, deixe repousar por 10-20min e depois sirva.
  • (Pode ainda ralar parmesão no topo).
  • É uma maneira muito apelativa de cozinhar batatas e é um óptimo acompanhamento mesmo re-aquecida nos dias seguintes.

Linguini com Cogumelos, Limão, Alho e Tomilho

Linguini com Cogumelos, Limão, Alho e Tomilho

Um prato fácil, rápido e saboroso: Linguini com Cogumelos, Limão, Alho e Tomilho. É o que se quer. E assim sendo, usei o que tinha mais à mão, logo os ingredientes diferiram um bocadinho.. Serve 4 a 6 pessoas.

Ingredientes:

  • 225gr de cogumelos frescos (podem usar a variedade que desejarem)
  • 80ml de azeite extra virgem
  • 1 colher de sopa de flor de sal (ou 1 1/2 de sal de mesa)
  • 1 dente de alho pequeno (esmagado)
  • Raspas e sumo de 1 limão
  • 4 espigas de tomilho fresco (retirar as folhas do raminho e ficar só com as folhas)
  • 500gr de linguini (vá, tenho de confessar que usei esparguete, a única massa que havia na prateleira)
  • 1 ramo de salsa fresca (picada)
  • 2 – 3 colheres de sopa de queijo parmesão ralado
  • pimenta preta (de preferência moída no momento)

Depois basta:

  • Cortar os cogumelos em fatias finas e colocar numa taça grande (onde depois caiba a massa) com o azeite, sal, alho esmagado, raspas e sumo do limão e as cheirosas folhas de tomilho – Como já deve ter reparado, os cogumelos não vão ao lume. Ora, durante o tempo em que a massa coze os cogumelos vão estar sob o efeito do limão, que os cozinha. Para além disso, quando juntar à massa quente, os cogumelos cozinham um pouco mais.
  • Cozinhe a massa de acordo com as instruções da embalagem, deixando alguma água. Ponha rapidamente a massa escorrida na tigela com a mistura dos cogumelos.
  • Misture tudo bem e depois junte a salsa picada, o queijo ralado e pimenta a gosto. Volte a misturar tudo e ataque!

Meatzza (“Pizza” feita de carne)

Aqui está uma viragem interessante num prato conhecido de todos, a pizza. Nesta receita, em vez da massa de base usa-se carne picada. Vale a pena tentar! Fica muito saboroso mas tenha cuidado em drenar bem a lata de tomate pois se ficar com excesso de líquido não fica tão firme (um bocadinho o que me aconteceu).

Ingredientes:

  • 500gr de carne picada (a Nigella usa de vaca, eu usei 250gr de vaca e 250gr de porco)
  • 3 colheres de sopa de parmesão ralado
  • 3 colheres de sopa de pão ralado
  • 3 colheres de sopa de salsa fresca picada
  • 2 ovos grandes (ligeiramente batidos)
  • 1 dente de alho (descascado)
  • sal a gosto
  • pimenta a gosto
  • manteiga para untar
  • 1 lata de 400gr de tomate aos pedaços
  • 1 colher de azeite
  • 1 colher de sobremesa de oregãos
  • 125gr de mozzarella (não de bufala) fatiada
  • 1 pequeno ramo de manjericão fresco

Depois basta:

  • Pré-aquecer o forno a 220ºC
  • Numa taça grande junte, com as mãos, a carne picada, o Parmesão, pão ralado, salsa e ovos. Pique ou rale o alho para a taça e adicione sal e pimenta. Não trabalhe demasiado a carne com as mãos ou ficará demasiado densa.
  • Unte uma forma tipo tarte com aproximadamente 28cm de diâmetro e deite a carne nela. Pressione ligeiramente com os dedos de maneira a cobrir a base como se se tratasse da base de uma pizza.
  • Drene bem o liquido da lata  e misture o tomate com o azeite, os oregãos e algum sal e pimenta e espalhe (pode ser com a ajuda de uma espátula de borracha) no topo da base de carne. Disponha a mozzarella no topo e coloque no forno por 20-25 min, devendo a carne já estar cozinhada e mais firme e a mozzarella derretida. (Confesso que me enganei na quantidade de mozzarella e pus basicamente o dobro… Mas ninguém se queixou!)
  • Retire do forno e deixe repousar durante 5 min, depois adorne com algumas folhas de manjericão antes de servir cortado às fatias como uma pizza.

No site da Nigella: http://www.nigella.com/recipes/view/MEATZZA-5546

Ovos no Purgatório

Ovos no Purgatório

Este foi um dos primeiros pratos da Nigella que alguma vez cozinhei. Para mim é uma mistura de sabores perfeita, Já o fiz inúmeras vezes e, não sei porquê, nunca o traduzi e postei aqui. Aqui ficam os Ovos no Purgatório.

Ingredientes (por pessoa):

  • 1 colher de sopa de azeite
  • 1 dente de alho pequeno (descascado)
  • 1/4 de uma colher de sobremesa de piri-piri moído
  • 1 lata de tomate em pedaços (400g)
  • 1/2 colher de sobremesa de flor de sal (ou sal de mesa a gosto)
  • 1 ovo grande (ou 2 ovos, se quiser)
  • 2 colheres de sobremesa de parmesão ralado (já fiz esta receita com outros queijos ralados, pode experimentar à vontade! Mas o sabor do parmesão…)
  • Umas gotas de tabasco/outro piri-piri (opcional)
  • 2 fatias de pão, ou as necessárias (pão à escolha)
Preparação
  1. Deite o azeite numa frigideira (pequena, se for para uma só pessoa) e depois use um ralador para desfazer o alho e junte à frigideira. Adicione o piri-piri moído e ponha, então, a frigideira em lume médio, mexendo por um minuto.
  2. Deite todo o conteúdo da lata de tomate, tempere com o sal e deixe começar a ferver. Tem que ficar quente o suficiente para escalfar o ovo.
  3. Parta o ovo para a frigideira, espalhe o parmesão por cima, deixando um pouco da gema exposta e tape parcialmente com uma tampa. Deixe borbulhar por 5min, altura em que a clara já deve estar cozinhada mas a gema ainda líquida. No entanto vá prestando atenção durante estes minutos para que o ovo não fique demasiado cozinhado.
  4. Tire do lume e sirva – se desejar – com mais um pouco de parmesão ralado e um splash de tabasco. Use o pão para mergulhar neste inferno divinal.

Esparguete à Carbonara

Um prato que agrada a quase todos e garante uma barriga bem cheia: Spaghetti Alla Carbonara. Não vale a pena pensar no pneu. A Nigella faz estas quantidades para 2 pessoas…. Vá, ela garante que é a contar com restos para outras refeições. É suficiente para 4 pessoas!

Ingredientes

  • 500gr esparguete
  • 275gr de pancetta (ou bacon)
  • 2 colheres de sopa de azeite
  • 60ml de vinho branco
  • 4 ovos grandes
  • 50gr de queijo parmesão (ralado no momento)
  • pimenta preta
  • 60ml de natas
  • noz moscada moída no momento (ou não, se não for tão prático)
Preparação
  1. Ponha uma panela com água e um pouco de sal a aquecer, para a massa. Corte a pancetta em “cubos” de 1×1,5cm.
  2. Numa panela grande (onde depois caiba a massa) cozinhe a pancetta/bacon no azeite até que esteja estaladiço mas não demasiado crocante. Deite o vinho e deixe borbulhar até que, após poucos minutos, tenha uma pequena quantidade de vinho reduzido e salgado pela pancetta. Desligue o lume.
  3. Numa tigela, misture os ovos, o parmesão, as natas e alguma pimenta. Cozinhe a massa de acordo com as instruções da embalagem, mas dois minutos antes verifique se já está al dente, pois é o que se deseja. Escorra um pouco da água da massa(125ml) para um copo e depois escorra o resto. Ponha a panela do bacon de novo ao lume e adicione a massa, misturando para a envolver. Adicione um pouco da água da massa para lubrificar se necessário.
  4. Desligue o lume e deite a mistura de ovos+parmesão+natas, misturando para envolver. Polvilhe com mais pimenta, se quiser, e com a noz moscada no topo.

Óptimo para os que gostam de atacar os restos do almoço a meio da tarde! Continua delicioso.

Salsichas Cocktail

Salsichas Cocktail

Precisa de uma entrada apetitosa e prática?
Só precisa de:

  • 1kg de salsichas cocktail
  • 2 colheres de sopa de óleo de sésamo
  • 125 ml de mel
  • 2 colheres de sopa de molho de soja

Depois basta:

  • Pré-aquecer o forno a 220ºC
  • Separar as salscihas (se elas estiverem unidas) e dispô-las numa assadeira larga e rasa
  • Misturar o óleo, mel e molho de soja e deitar sobre as salsichas
  • Com as mãos ou espátulas revolver tudo, de modo a que as salsichas fiquem untadas e dispostas uniformemente
  • Assar/Tostar por 25-30 minutos. Se estiver perto do forno, por volta dos 15min misture de novo as salsichas e envolva no molho.

E assim, mais um petisco da Nigella pronto!

Ingredientes Nigellianos: Pasta de Tamarindo

taamard

A pasta de tamarindo é feita a partir do tamarindo, um fruto/vagem. É muito utilizada nas cozinhas Asiática e do Médio Oriente, dando um leve sabor amargo aos pratos. Pode comprar-se a pasta já feita ou fazê-la a partir do próprio fruto. Em Portugal, se a pasta já é um pouco difícil de encontrar, o fruto ainda é mais.

Podem comprar no Continente, geralmente na área gourmet ou algo do género.

http://www.continente.pt/stores/continente/pt-pt/public/Pages/ProductDetail.aspx?ProductId=4948603(eCsf_RetekProductCatalog_MegastoreContinenteOnline_Continente)

Image

Esta mesma embalagem encontra-se também no supermercado do El Corte Inglès e é um pouco mais barata!

No entanto, a melhores preços encontram-na na Popat Store, um supermercado no Centro Comercial do Martim Moniz, mesmo perto da saída do metro. É um supermercado indiano que é um dos poucos importadores directos de produtos da Índia (e não só). Para quem puder dar lá um salto, parece-me uma boa ideia! Neste supermercado em vez de comprarem a embalagem que vos mostro na fotografia, que traz doses individuais (menores quantidades), compram um frasco inteiro da pasta, pelo mesmo preço (e com uma validade de 2 anos).

Algumas alternativas populares são o sumo de lima (ou às vezes vinho branco ou vinagre de arroz), misturado com a mesma quantidade de açúcar amarelo. Isto dará o efeito agridoce que se deseja mas fica a faltar um pouco do sabor extra que o tamarindo dá. Assim, pode substituir-se sem probelma em receitas que levem pouco tamarindo, mas naquelas que tenham uma base dorte no tamarindo o resultado não será o mesmo!

Se chegaram a esta página porque querem fazer a Sopa Tailandesa de Frango e Noodles, por exemplo, poderão utilizar estes substitutos visto que só é necessária uma colher de chá da pasta.

Risotto de Limão

IMG_8303

Fiquei fã do meu próprio risotto e tenho de dar uso ao resto do arroz que me sobrou! Portanto hoje é dia de experimentar outra receita da Nigella: o Risotto de Limão. Serve 2 pessoas.

Ingredientes

  • 2 chalotas
  • 1 talo de aipo
  • 60 gr de manteiga sem sal
  • 1 colher de sopa de azeite
  • 300 gr de arroz para risotto
  • 1L de caldo de legumes (2 cubos)
  • raspas e sumo de meio limão
  • agulhas de dois raminhos pequenos de rosmaninho/alecrim fresco – cortado finamente
  • 1 gema de ovo grande
  • 4 colheres de sopa de parmesão ralado (e mais algum para polvilhar)
  • 60 ml de natas
  • sal Maldon / flor de sal (a gosto) – pode usar sal de mesa
  • pimenta (preferivelmente branca) – usei uma mistura de pimentas
Preparação
  1. Coloque as chalotas e o aipo numa picadora e pique até que formem uma espécie de pasta.
  2. Aqueça metade da manteiga, o azeite e a mistura de chalotas e aipo num tacho largo e cozinhe a mistura por 5min, assegurando-se que não agarra. Junte o arroz, misturando para o envolver bem na mistura. Ao mesmo tempo aqueça o caldo de vegetais noutro tacho e deixe-o a ferver.
  3. Deite uma concha do caldo de legumes no arroz e misture até que seja absorvido. Depois adicione outra concha e volte a mexer. Continue a fazê-lo até que o arroz esteja al dente (uns 18min). Pode não vir a precisar de todo o caldo ou também pode ter que adicionar água quente.
  4. Adicione as raspas do limão e o rosmaninho e, numa tigela, bata a gema, o sumo de limão, o parmesão, as natas e a pimenta.
  5. Quando o risotto estiver pronto –  quando o arroz já não estiver baço mas ainda estiver durinho – tire-o do lume e adicione o conteúdo da tigela, a restante manteiga e sal a gosto. Sirva com mais parmesão ralado se desejar, prove e rectifique o tempero e mergulhe!